Bem-vindos ao Sofia Carson Brasil sua principal e melhor fonte sobre a atriz e cantora Sofia Carson, mais conhecida pelo seu papel no filme de TV "Descendentes" como Evie. Nosso objetivo é atualizar e entreter os fãs para pessoas que como nós, admira seu trabalho e seu jeito. O nosso site não é afiliado de maneira alguma com Sofia, sua família ou seus representantes. Não somos a Sofia e não temos o mínimo contato com a mesma. Caso pegue alguma tradução ou notícia exclusiva e reproduza em seu site, nos dê os devidos créditos.
Publicado por scarsonbr
Sofia Carson é capa e recheio da revista People En Español

Saiu nesta tarde (31) a nova edição da revista People En Español e Sofia Carson é recheio e capa.

Com um ensaio exclusivo e maravilhoso, Sofia também concedeu uma entrevista para a People falando sobre Descendentes, seu álbum debut, música, beleza e muito mais; Confira:

INICIO > ENSAIOS FOTOGRÁFICOS | PHOTOSHOOTS > 2018 > PEOPLE EN ESPAÑOL

001~118.jpg 002~107.jpg 001~118.jpg 002~107.jpg

People: Os filmes de Descendentes, em que você interpreta Evie, a filha da Rainha Má, foi um sucesso. Como você avalia sua carreira até agora?

Sofia Carson: Estes anos foram lindos. Todos os dias eu me levanto e faço o que mais amo, o que é atuar e cantar. Estou cumprindo objetivos que eu sempre sonhei. Eu me sinto muito grata e muito honrada em fazer o que eu amo, e não suporto [o desejo] para o que está por vir.

P: O que podemos esperar do seu primeiro álbum?

SC: Estou no estúdio escrevendo meu EP de estréia, trabalhando com incríveis produtores, escritores. Para mim, escrever música é um processo com o qual me apaixonei quando tinha 10 anos. O mais importante é ser honesto com a minha música, porque escrever uma música é dar uma parte do seu coração ao mundo e eu quero que cada uma das músicas seja verdadeira para o que sou. Eu gosto de contar histórias, talvez algo que você não sabia sobre mim, uma pausa para o amor. Sendo bicultural, eu quero que meu álbum pareça global e internacional.

P: Onde você diria que a sua veia musical vem?

SC: Não me lembro de um momento na minha vida quando não estava completamente apaixonada pela música. Eu acho que é graças aos meus pais, para minha família que é muito musical, sempre fazemos tudo com música. Do lado da minha avô, sua irmã era uma cantora de ópera em Washington e a prima da minha mãe é uma pianista e ela toca jazz, então acho que está no nosso sangue.

P: Até agora, você é conhecida como uma estrela da Disney, mas seus próximos projetos nos filmes estabelecem um curso muito diferente. Conte-nos sobre.

SC: Sim, é o próximo passo continuar trabalhando em filmes e trabalhar em um filme independente é o mais excitante para mim. Estarei trabalhando com dois diretos que admiro muito em dois papéis que são completamente diferentes, mas que são fiéis a quem sou. Elas são duas personagens de mulheres fortes e isso é muito importante para mim porque, desde uma idade muito jovem, tomei a decisão de que tudo o que faria seria dar às mulheres jovens um bom exemplo, capacitá-las e nunca as degradar. Desde o início, mesmo com Evie, era importante mostrar uma imagem de garota forte e capacitada.

P: E quanto à sua educação, você acha que fez você ficar no caminho certo?

SC: A maior benção na minha vida é minha família, minha mãe, meu pai, minha irmã, que são meu porto seguro e eles me lembram que todos os dias são uma benção e que você deveria estar agradecido por cada segundo porque você só tem uma vida para viver.

P: Como foi o trabalho de ser completamente bilingue?

SC: Foi uma vantagem impressionante. Quando a Disney me contratou para interpretar Evie, parecia incrível que eu pudesse falar em espanhol, que era completamente bicultural e eles me levaram por todo o mundo porque eu posso me conectar com os fãs em espanhol, inglês e francês. Então, para mim, ser hispânico tem sido uma vantagem importante na minha carreira, uma honra e um orgulho.

P: Entrando no assunto da beleza, como você cuida de si mesmo?

SC: Eu cuido muito da minha pele. Eu cuido muito do sol, eu uso uns 100 protetores. Eu esfolio quatro vezes por semana, eu hidrato e em dias fora eu não uso quase nenhuma maquiagem. Todos os meus cremes são Obagi, o esfoliante, o hidratante. Eu nunca tingi meus cabelos. Eu mantenho isso em longas camadas, com meu visual conhecido, que é a faixa para o lado elegante e minimalista. Eu uso as máscaras da linha Nutritive da Kérastase.

P: Na sua idade jovem, você já possui um estilo de moda muito sofisticado…

SC: Quando eu para a imprensa [como] atriz, eu vou mais clássico, atemporal, mais feminino e quando eu vou como cantora, fico com certeza acrescentando um pouco de vantagem, como Gwen Stefani, que sempre parece clássica, mas com um toque rock and roll. Sempre gostei de Audrey Hepburn, Grace Kelly, Angelina Jolie.

P: Quais sãos seus designers favoritos?

SC: Giambattista Valli é a personificação da feminilidade, etérea, mais fresca e contemporânea. Eu usei David Koma muito. Suas linhas são muito lisonjeiras, legais e edgy. O que Alessandro Michele está fazendo com a Gucci é de outro universo, porque é a combinação perfeita de alta moda feminina e editorial com a alta costura. Eu também amo a designer [falecida] Azeddine Alaïa. Quando eu estava em Paris para a Fashion Week, ele me convidou para o atelier e me vestiu para um show. Foi um momento inesquecível. Uma estrutura [de roupas] de Alaïa é muito especial.

P: Qual é a sua roupa favorita no momento?

SC: Adoro denim e estou obcecada com punhos no ouvido. Eu gosto de Jennifer Fisher porque eles fazem as coisas legais e modernas. Meu visual atual seria jeans estilo namorado, botas macias, uma camisa e uma jaqueta. Isso seria o que eu usaria no dia de folga.

P: Você tem mais de oito milhões de seguidores no Instagram. O que você acha da pressão que as meninas jovens sofrem?

SC: Eu acho que você luta contra isso, pois somos meninas, porque há uma pressão para ser mais bonita, mais fina, mais perfeita, mais acho que o mais importante é saber que a beleza realmente vem de dentro, de corações bonitos que não julgam, que só ama e que o resto, com o tempo, desaparecerá.

P: Como você se vê dez anos a partir de agora?

SC: Cher sempre foi meu maior ídolo e sua carreira é o que eu gostaria de ter, porque ela conseguiu fazer filme e música, e é ai que eu me vejo… fazendo turnês mundiais, filmes, colaborando com marcas, tendo minha própria linha.